Perceber como se comportam os clientes!


Confidenciava-me um amigo empreendedor:
–  “ … gostaria de compreender as necessidades dos consumidores dos seus produtos!”
Respondi-lhe da seguinte maneira:
– Um bom empreendedor tem o dever constatar e de tentar compreender as necessidades do consumidor, avaliar as tendências de consumo e antecipar-se em relação à concorrência nas apresentação do s produtos e serviços que satisfaçam essas necessidades.
Acrescentei que, por vezes o empreendedor tem de arriscar mais e tomar a iniciativa de criar essas mesmas necessidades ao consumidor.
         Baseado em experiências que fiz junto de clientes sugeri-lhe um dos métodos que tenho utilizado:
Coloca-te  no “papel” do consumidor e tenta realizar o processo de compra como ele o faz.  Deves representar o  “papel” de consumidor junto de alguns dos teus  concorrentes, para conhecer-mos as suas praticas e deverás acompanhar alguns clientes teus  nos processos de venda realizados pela tua  empresa.
Consegues assim perceber atitudes do Consumidor e recolher informações e aprendizagens que te iro ajudar a preparar e melhorar a Tua oferta.   
        Aconselho quase sempre os meus clientes a tomarem este tipo de atitude, sugiro também que acompanhem todo processo de compra para terem oportunidade de utilizar os 5 sentidos, porque se efetuarem a  simples observação e/ou audição só usam dois!

Armando Fernandes – Business Coach
Anúncios

Construa o seu Plano para 2016


Tenho ministrado muitas horas de formação em Planeamento, Gestão e Controlo de Projectos.

Destas ações de formação transmiti muitos conhecimentos teóricos recebidos na minha formação e leitura, na minha experiência profissional de mais de 30 anos na Gestão e Planeamento.
Mas há uma verdade insofismável é que também aprendi muito com as experiências partilhadas da parte dos Gestores e Dirigentes, Coordenadores e Técnicos que tem estado presentes nessas formações.

Estamos quase no final do ano 2015 e há que preparar o ano 2016

Por isso solicito-lhe que dedique 3 minutos a ler os seguinte testo e se o mesmo tem sentido para si inscreva-se na workshop “Construa o seu Plano para 2016” que será realizada no dia 20 de Novembro por Armando Fernandes – Business Coach no Ô Hotel Golf Mar, Complexo Turístico do Vimeiro, Torres Vedras.

Se está determinado em melhorar os seus resultados e os da sua empresa, será devera interessante para si!.

Iremos simplesmente falar do seu futuro, do futuro do seu negócio!

Por isso sugiro que não olhe para o seu negócio como quem olha para o espelho retrovisor, porque o passado já passou!

Venha construir o seu futuro. Aprenda a planear! Construa o seu Plano para 2016!

Um Plano é um dos instrumentos de trabalho mais importantes para um empresário que queira efectivamente controlar o seu destino!

Um Plano escrito é um documento com as linhas de orientação estratégica que lhe traça o caminho para onde ele quer ir!

O seu plano para 2016 congregará a missão, visão, crenças, resultados, estratégias, objectivos e tácticas das actividades da empresa. Terá de forma sistematizada uma ferramenta de previsão, antecipação e resolução de problemas.com a informação necessária para a concretização dos seus objectivos.

“Pare, escute e olhe”          

É a sinalética que encontramos nas passagens de nível dos Comboios.

Na vida empresarial e pessoal também temos muitas vezes de parar, escutar para percebermos para onde vai o “comboio” e que rumo devemos seguir.

PARE! Durante 1 dia para fugir da rotina e concentrar-se no que é importante para o seu negócio.
ESCUTE! Venha tomar conhecimento da visão do Business Coach – Armando Fernandes
OLHE! Visualize o seu futuro e da sua empresa e estabeleça o seu rumo.

Reserve na sua agenda a data de 20 de novembtro (das 9h às 18h)

Esta jornada será estimulante e catalizá-lo-á na construção do futuro do seu negócio.
“Sem um plano, o que é fácil torna-se difícil; com um plano, o difícil torna- se fácil” (Fonte: “Pensamento rabínico”).

O Plano para 2016 é uma ferramenta extremamente útil para ajudar cada empresário a gerir de forma objectiva e sistematizada o crescimento do seu negócio e a monitorizar a implementação das estratégias para alcançar o sucesso, elaborando um plano de uma forma entusiástica, eficaz e divertida!

Venha trabalhar o seu Plano para 2016.

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO, POR EMPRESA: 
1º Participante: 150,00 €
2º Participante e seguintes desconto de 25%

INSCRIÇÕES: 
Por email para: armando.fernandes@personal-business-coach.pt
Por telefone para: 261 100 003 ou para 934 515 241

Pagamento: por transferência bancária ou cheque para Armando Jorge Vieira Fernandes para o seguinte:
NIB:Banco Santander-Totta 0018 0000 11615266301 70

Sucesso em vendas 003 – Atitude


ATITUDE
A atitude é fundamental em qualquer atividade, pois é em função da atitude correta que recolhemos mais e melhores benefícios
Existem algumas atitudes que trazem recompensas efetivas, assim um vendedor deverá:
  1. Sentir orgulho da sua profissão – Ser vendedor é construir uma carreira e prestar um serviço;
  2. Assumir a responsabilidade de construir o sue sucesso – deverá construir as sua metas, definir os obstáculos a ultrapassar, e construir o seu sucesso;
  3. Reproduzir os sucessos – Ao longo da vida um vendedor vai obtendo sucesso. Deve estudá-los, compreendê-los e reproduzir a preparação e as atitudes que levaram a esse sucesso;
  4. Visualizar o sucesso – deve tentar ver-se a si mesmo com os resultados desse sucesso;
  5. Manter-se ativo – Um vendedor deverá estar sempre em atividade. Ser produtivo proporciona vantagens psicológicas significativas;
  6. Utilizar o seu produto ou serviços – Será mais simples personalizar os benefícios e mostrar sua paixão;
  7. Sair da sua zona de conforto
  8. Se for rejeitado não pense que é uma rejeição pessoal – deve acreditar em si e na sua empresa.
  9. Demonstrar gratidão
  10. Ser paciente – O processo das vendas Às vezes é muito lento
  11. Fazer o seu melhor – Nem todos podem ser como o Cristiano Ronaldo! Se fizer o seu melhor pode jogar na liga dos campeões!
Armando Fernandes
Business Coach

Sucesso em vendas 002 – Carácter do vendedor


Como escrevi ninguém nasce vendedor!  (“Já se nasce vendedor?“)

Por acreditar, e prestar formação e treino em vendas, usando metodologias orientadas para os resultados e  para melhoria das competências das pessoas que querem ser vendedores entendo que um bom vendedor não é inato!

No entanto o sucesso em vendas dependem de muitas variáveis das quais destaco de forma agrupadas as seguintes 4:

  • Qualidades pessoais
  • Competências no processo de venda
  • Atitude perante a Vida
  • Dos produtos e serviços
No que diz respeito às qualidades pessoais destaco o Carácter do vendedor!
O Carácter de um vendedor assenta em pelos menos 3 qualidades:
  1. Honestidade e ética
  2. Integridade
  3. Afirmar-se perante a concorrência
Honestidade e ética – Ser honesto é bom para o cliente e para a empresa que venda, mas acima de tudo pata o vendedor. A ambição desmedida e desonesta acaba com a uma relação a médio e longo prazo

Integridade – Ser integro é ser verdadeiro consigo próprio, fiel aos seus valores e crenças. A integridade de um vendedor está em várias crenças, si próprio, sua organização e produto ou serviço que vende!  Por isso quando comunica com os seus clientes consegue transmitir segurança!


Afirmar-se perante a concorrência – Em princípio vivemos em regimes onde há concorrência, por isso temos de dar o nosso melhor para sermos compensados do nosso investimento e esforço. A concorrência deve ser usada para nos impressionarmos e impressionar os outros! É pelo desafio dado pela concorrência que conseguimos melhorar os serviços e produtos que fornecemos e tentamos atingir a melhor marca pessoal
Armando Fernandes
Business Coach
Próximo artigo “~Sucesso em vendas 003  – Atitude do vendedor”

Como o Planeamento nos pode ajudar a poupar tempo


Escrevia Brain Tracy, no seu livro “As 100 leis inquebráveis do sucesso”, que em “cada minuto gasto com planeamento se poupa dez minutos de execução”.
Confirmo que é verdade por experiência própria, e por isso tenho passado esta mensagem quando trabalho com os meus clientes em serviços de Business Coaching, e nas formações em Liderança, Gestão do Tempo, Planeamento e Vendas.
O facto é que planear é preparar de forma estruturada aquilo que vamos executar. Por isso quando falo de planeamento tento em primeiro lugar pensar nos resultados que quero obter, depois analiso os meios e recursos disponíveis, calculo o tempo necessário e de seguida defino a data e hora que quero que o trabalho ou tarefa seja realizada.
É evidente que a situação não é assim tão fácil, pois na maioria das vezes temos de trabalhar com outras pessoas e por vezes não temos à nossa disposição imediata dos meios.
Por isso quando os trabalhos, as tarefas e as actividades têm maior complexidade e que o planeamento tem um papel mais importante.
Como todos sabemos uma acção complexa é constituída por muitas acções simples, que por si também deverão ser objecto de planeamento. Depois devemos damente calendarizar, porque assim será mais fácil termos a visão de qunado podem estar concluidas. Podendo assim assumir compromissos com os parceiros e clientes. Melhorando a nossa credibilidade!
Por isso entendo que o planeamento individual é a melhor forma de nos prepararmos para termos mais produtividade e sermos melhores profissionais, comulativamente podemos  obter  ganhos na nossa vida pessoal – menos stress, maior realização e mais tempo disponível para vivermos.
Assim pegando na frase do Brain Tracy, sugiro que façamos as contas que ele sugere:
  • Se eu dedicar 10 a 12 minutos do dia anterior a planear as actividades para o dia seguinte, e em cada minuto de planeamento poupo 10 minutos, quer dizer que poupo cerca de 100 a 120 minutos no dia seguinte.
  • Se o meu dia de trabalho é de 8 horas, consigo poupar cerca de duas horas de num dia de trabalho. Terei mais tempo disponivel fazer outras tarefas para obter melhores resultados.
  • Contabilizando – os resultados de um bom planeamento permitem a poupança de 1 dia por semana e 48 dias por ano (considerando que o tento de trabalho anual é de 48 semanas).
Por isso se queremos melhorar a nossa eficácia devemos começar a planear e a organizarmo-nos. Sobre como nos devemos organizar e planear falarei em próximos artigos.

Armando Fernandes
Business Coach / Consultor de Negócios

Atendimento e reclamações!


Quando compro um produto ou serviço, tenho como objectivo suprir uma necessidade ou satisfazer algum capricho, por vezes, ainda que poucas compro uma chatice!

Constacto que a maioria das pessoas não reclamam e quando reclamam por telefone como eu, para o “número de atendimento ao consumidor” somos confrontados com sistemas automáticos de atendimento que nos fazem imensas perguntas inuteis e nós queremos é falar com alguém para apresentar as nossas razões.
Estudos sobre a insatisfação do cliente mostram que cerca de 25% dos clientes ficam insatisfeitos pelas suas compras e que menos de 5% se quiexam. Os utros 95% sentem que não vale a pena o esforço de reclamar, ou então não sabem como reclamar.
Também são indicados nesses estudos que 50% dos que reclamam obtéem uma resolução satisfatória do problema.
Parece-me no entanto que os responsáveis e proprietários de muitas empresas, e algumas muito grandes, não se preocupam com os clientes e suas opiniões.
Pois entendem que uma reclamação é uma enorme chatice e perda de tempo!
Parece-me também que uma reclamação é exactamente o contrário! É a real oportunidade para donos das empresas mostrarem como se preocupam com os seus clientes, pois irão trabalhar as emoções dos clientes, podendo fácilmente converter o conflito num processo de fidelização.
Porque 95% dos clientes insatisfeitos, que não reclamam, tomam a atitude de não comprar, e de 50 a 70% dos que reclamam voltam a comprar desde que a situação seja resolvida.
Outro dado interressante é que um clientes satisfeito partilha em média a sua experiência com 3 pessoas enquanto um cliente insatisfeito indica a sua insatifiação a 11 pessoas
Caro empresário pense sériamente na forma em que trata as reclamações dos seus clientes!



Sr. Empresário: trabalhe estes conselhos, se tiver necessidade de falar e esclarecer algum conceito inscreva-se numa sessão de coaching, numa das próximas quintas-feiras. Terei muito gosto em esclarecê-lo e ajudá-lo!

Armando Fernandes
Business Coach / Consultor de Negócios

Como transformar uma reclamação de um cliente num processo de fidelização


Todos temos dificuldade em aceitar críticas, apesar de afirmarmos muitas vezes que estamos dispostos a ouvi-las com o objectivo de nos corrigirmos.

De facto todos gostamos é de elogios. São o alimento do nosso Ego e com eles dificilmente conseguimos melhorar o que quer que seja.

No entanto é com os erros e a críticas que nós conseguimos crescer e melhorar.

Na nossa vida pessoal e profissional devemos promover processos de analise critica ao nosso desempenho, pois assim podemos promover mudanças para melhorar o nosso desempenho.

As empresas perceberam que o cliente é a razão da sua existência e sobrevivência e por isso criaram os Serviços de Atendimento ao Cliente.  No entanto a maioria não está preparada para receber criticas e reclamações.

Por isso é importante que os dirigentes das empresas entendam que o processo de reclamações os ajudará a melhorar os serviços prestados e fidelizar clientes.

As reclamações têm uma grande importância nas relações entre os clientes e empresa, porque só através delas é que se consegue perceber o que há que melhorar.

É através das reclamações que a empresa fica consciente dos erros, e assim pode promover a sua correcção rápida com eficácia.

Por outro lado o cliente quando reclama está a fornecer informação valiosa, dando a chance de melhorar os serviços prestados.

Se esta chance não for desperdiçada, temos de certeza um cliente mais satisfeito e fidelizado. Por outro lado com a lição recebida temos todas as condições para impedir a concretização desse erro.

A realidade é muito dura pois a maioria dos clientes insatisfeitos não reclama, permanecem calados, e procuram outros fornecedores.

Portanto, as reclamações dos clientes devem ser encaradas com naturalidade e sempre bem recebidas, além de investigadas a fundo.


Armando Fernandes
Business Coach